Porto de Lisboa transporta no Tejo carga de grandes dimensões

O Porto de Lisboa foi palco esta semana de uma operação de transporte fluvial de carga de grandes dimensões, a partir do Terminal Multiusos do Beato (TMB), na Plataforma Oriental do Porto de Lisboa.

Dez reservatórios, de 40 toneladas cada um e colocados sobre um pontão, foram transportados Tejo acima por um rebocador até Póvoa de Santa Iria.

Uma operação logística complexa, que começou dia 29 de julho e termina hoje, 2 de agosto, envolvendo o transporte de dois reservatórios por dia numa viagem fluvial de 17 quilómetros, com cerca de três horas de duração.

Os reservatórios chegaram por via marítima e foram descarregados inicialmente no Terminal Multiusos do Beato em meados de julho.

Com 1.400 litros de volume e 40 toneladas cada um, os reservatórios destinam-se a aumentar a capacidade de produção da fábrica de cerveja de Vialonga da Central de Cervejas.

O transporte por via fluvial vai ao encontro dos princípios defendidos pela Administração do Porto de Lisboa, de implementar uma operação mais sustentável, aproveitando as vantagens do território que compõe a sua área de atuação, e que se traduz num transporte com menos impacto no ecossistema natural e urbano, e na contribuição para o bem-estar da comunidade envolvente.


A complexa operação de transporte deste equipamento, desde a descarga no Porto de Lisboa até ao destino final, é da responsabilidade da LASO TRANSPORTES, Empresa Especializada em transporte excecionais. Os reservatórios serão, ainda, transportados, numa primeira fase, com recurso à alternativa fluvial que o rio Tejo oferece à industria localizada no hinterland do Porto de Lisboa e, numa derradeira etapa, será efetuado o seu transporte terrestre até à fábrica.

Pesados Transporte Cargas