Rhenus compra a companhia alemã especialista em Hi-Tech

A Rhenus High Tech, companhia pertencente ao Grupo Rhenus, comprou o 100% de Simon Hegele Hightech Transport & Service GmbH, filial do Grupo Simon Hegele, especialista em logística Hi-Tech. Com essa operação, a Rhenus High Tech fortalecerá a sua posição no mercado, para além de continuar a crescer e a consolidar-se no setor da alta tecnologia. Essa aquisição ainda está pendente de aprovação pelas autoridades competentes.

A Rhenus High Tech e Simon Hegele colaboram no campo da distribuição há mais de cinco anos, com o objetivo de fornecer soluções logísticas especializadas com alto valor acrescentado para os clientes de ambas as empresas.

“Num mercado tão dinâmico como o da logística de alta tecnologia, é essencial que haja um foco na qualidade e na melhoria contínua, para além de implementar novas estratégias de forma rápida, sólida e lucrativa. Essa aquisição ajuda a criar as condições certas para expandir a oferta de serviços da Rhenus High Tech. ” Isto é afirmado por Ronny Sassen, CEO da Rhenus High Tech.

A Rhenus High Tech tem uma história de mais de 50 anos como uma empresa especializada em oferecer serviços de alto valor acrescentado para o setor de logística de alta tecnologia e é uma das empresas líder nesse mercado. A empresa fornece soluções logísticas que incluem trabalhos de instalação, substituição de equipamentos, limpeza, reparação, gestão de dados, desinstalações, além de equipamentos técnicos especialmente adaptados para essas tarefas.

“Centraremos toda a nossa atenção na expansão dos nossos negócios para os setores da indústria e comércio, bem como soluções para o setor de assistência médica como operador 3PL, operações de transporte e ações de valor acrescentado”, diz Stefab Ulrich, CEO do Simon Group Hegele.

”Estamos encantados de ter encontrado na Rhenus uma comnhia que nos permitirá continuar a desenvolver as nossas operações dentro de um líder como o Grupo Rhenus”. Rhenus e Simon Hegele colaborarão na criação de uma rede de projetos para grandes contas. Ambas empresas concordaram em não divulgar o preço de compra.

Transporte Logística