Groupe PSA e FCA anunciam constituição do Conselho de Administração da Stellantis

A Fiat Chrysler Automobiles N.V. (“FCA”) (NYSE: FCAU / MTA: FCA) e a Peugeot S.A. (“Groupe PSA”) anunciam a composição do Conselho de Administração da Stellantis, a nova empresa resultante da combinação das respetivas atividades empresariais.

Em linha com os termos do Acordo de Combinação, anunciado a 18 de Dezembro de 2019, o Conselho de Administração da Stellantis será composto por 11 membros, sendo que a maioria dos diretores não executivos são independentes. Os administradores independentes são oriundos de diversas atividades profissionais e trazem consigo novas perspetivas e experiências significativas e relevantes, em consonância com o espírito dinâmico e inovador que caracteriza a criação desta nova empresa.

Numa nova era de mobilidade, estes elementos irão ajudar a Stellantis a capitalizar plenamente os seus pontos fortes e capacidades únicas com o objetivo de criar o maior valor possível para todas as partes envolvidas.

A FCA e o seu acionista de referência, Exor, nomearam 5 membros (incluindo John Elkann como Presidente) e o Groupe PSA, juntamente com dois dos seus acionistas de referência (EPF/FFP e BPIfrance) nomearam 5 membros (incluindo o Diretor Sénior Independente e o Vice-Presidente). Carlos Tavares, CEO da Stellantis, será também será membro do Conselho de Administração.

A composição completa do Conselho de Administração da Stellantis será a seguinte, sujeita à aprovação, por voto, dos acionistas:

- John Elkann (Presidente),

- Robert Peugeot (Vice-presidente)

- Henri de Castries (Diretor Sénior Independente)

- Andrea Agnelli (Diretor Não Executivo)

- Fiona Clare Cicconi (Diretora Não Executiva)

- Nicolas Dufourcq, (Diretor Não Executivo)

- Ann Frances Godbehere, (Diretora Não Executiva)

- Wan Ling Martello (Diretora Não Executiva)

- Jacques de Saint-Exupéry, (Diretor Não Executivo)

- Kevin Scott (Diretor Não Executivo),

- Carlos Tavares (CEO).

A conclusão da fusão proposta deverá ocorrer até ao final do primeiro trimestre de 2021, estando sujeita às condições previamente acordadas para a conclusão do Acordo de Fusão.