Stadler e CP assinam contrato para 22 comboios regionais

O operador ferroviário público português CP - Comboios de Portugal e a Stadler assinaram um contrato de aquisição de 22 comboios regionais pelo valor aproximado de 158 milhões de euros. Esta adjudicação constitui a primeira entrada do modelo FLIRT para passageiros na península ibérica.

A Stadler e a CP assinaram hoje o contrato de aquisição de 10 automotoras elétricas (“UME”) e 12 unidades bimodais (“UMB”) e inclui o serviço de manutenção durante um prazo mínimo de 4 anos, bem como a prestação de serviços de formação. Este contrato, que permitirá renovar a frota de comboios regionais da CP, enquadra-se no plano de renovação de material circulante do operador português.

Para poder circular nas linhas não eletrificadas, os FLIRT UMB dispõem de um módulo de potência, ou “Power Car”, que alberga um sistema de tração diesel-elétrica. O seu desenho está concebido para garantir uma fácil reconversão no futuro de automotoras bimodais para elétricas, assim como para permitir que os motores diesel possam ser substituídos ou complementados com baterias, em função das necessidades do operador.

Os 22 FLIRT de bitola ibérica (1668 mm) têm 63,2 metros de comprimento, no caso das UME, ou 74,4 metros de comprimento, no caso das UMB. São compostos por três carruagens e oferecem uma capacidade máxima de 375 passageiros, dos quais 214 podem ir sentados. As caixas, de 3,2 metros de largura fabricadas em alumínio, para além de maximizarem a capacidade, são fabricadas de acordo com a normativa EN 15227 C-1, garantindo a máxima segurança em caso de colisão. Podem alcançar uma velocidade máxima de 160 ou 140 km/hora, consoante a fonte de alimentação utilizada.

As automotoras FLIRT, graças ao seu conceito modular, permitem otimizar a sua configuração interior para oferecer um transporte cómodo, acessível, conectado, eficiente e amigo do meio ambiente. A Stadler colocou uma especial ênfase na otimização da acessibilidade do veículo, permitindo o acesso sem obstáculos a partir de plataformas com diferentes alturas a todos os passageiros, incluindo aqueles que têm mobilidade reduzida, que podem dispor de áreas reservadas, juntamente com outras previstas para bicicletas ou carrinhos de bebé. Também é possível disponibilizar máquinas de venda automática a bordo para oferecer um maior conforto ao passageiro. Contarão com uma rede Wifi para aceder tanto a conteúdos do operador, como a conteúdos multimédia, o que será complementado com um avançado sistema de informação ao passageiro visível de todos os ângulos, de forma a garantir uma ótima experiência de viagem. De acordo com a filosofia da Stadler, 95% dos materiais utilizados nos FLIRT são recicláveis.

Ansgar Brockmeyer, Vice-Presidente Executivo Comercial e de Marketing de Stadler Group, afirmou: “Estamos muito orgulhosos de que os FLIRTs tenham sido selecionados para renovar a frota de comboios regionais. Estou certo de que os utilizadores portugueses apreciarão a tecnologia ferroviária de última geração incorporada nestes veículos, como já o fazem milhões de pessoas na Suíça, Alemanha e Holanda, entre outros países. O mercado português é de extrema importância para a Stadler e é nossa intenção contribuir para a revitalização da indústria ferroviária nacional”.

Mais de 1900 FLIRTs vendidos

O modelo FLIRT é o produto estrela da Stadler. À semelhança de todos os seus outros modelos, conta com níveis extremamente elevados de segurança e é muito popular entre os clientes de todo o mundo. Com 1900 unidades a circular em 21 países, a Stadler já vendeu mais FLIRT do que qualquer outro dos seus modelos. O grupo Stadler conta com três projetos de FLIRT bimodais na Europa, concretamente no Reino Unido (Abellio East Anglia e Keolis Wales & Borders) e em Itália (Vale d’Aosta), que perfazem um total de 67 veículos, posicionando-se como fabricante líder neste segmento de mercado, com um conceito de FLIRT bimodal absolutamente fiável e testado em circulação.

Transporte Passageiros Mobilidade