Trânsito em Lisboa cai 30% em 2020

A TomTom (TOM2), especialista líder em tecnologia de localização, acaba de lançar a mais recente edição do TomTom Traffic Index, um relatório anual que oferece uma análise detalhada do trânsito em 2020 em mais de 400 cidades de 57 países. Apesar do ranking das cidades mais congestionadas do mundo não ter mudado muito em comparação com 2019, a grande mudança é a forma como os níveis de congestionamento caíram devido à pandemia global. Em Portugal, todas as cidades sofreram uma redução dos níveis de trânsito, mas Lisboa sofreu a maior queda (-10 pontos percentuais, o que corresponde a uma quebra de 30%).

Com dados provenientes de mais de 600 milhões de veículos conectados por todo o mundo (através de sistemas de navegação em smartphones, ou integrados), os dados da TomTom constituem um barómetro de mobilidade urbana único, tornando possível, entre outras coisas, medir o dinamismo da atividade económica de uma cidade ou país. Desde o início da pandemia de Covid-19, analistas, empresas e governos têm vindo a utilizar os dados da TomTom para compreender o mundo em mudança.

O trânsito em Portugal, em 2020

Em 2020, o nível de congestionamento em Lisboa foi de 23%, mas durante a grande maioria do ano, o trânsito foi muito pouco intenso. Janeiro e fevereiro foram os meses mais difíceis para os condutores, mas com o início do confinamento a meio de março, a agitação nas estradas começou a cair. Até junho, o nível de congestionamento não foi superior a 13%. No entanto, a partir de setembro, o trânsito começou a aumentar, à medida que as medidas de restrição foram sendo aliviadas.

Em média, na capital, os condutores passaram um tempo extra de 13 minutos na hora de ponta de manhã (-35%) e 15 minutos na hora de ponta da tarde (-34%), em comparação com os 20 e 23 minutos despendidos em 2019, respetivamente.

Apesar de ter registado uma grande quebra, Lisboa ocupa a posição 139 no ranking, acima de grandes cidades como Shangai (152º), Barcelona (164º), Toronto (168º), São Francisco (169º) ou Madrid (316º).

Mobilidade Transporte