Scania testa o primeiro camião híbrido “Plug-in” em Espanha

No âmbito do compromisso da Scania de trabalhar com os seus clientes no desenvolvimento de novas soluções de transporte, a marca tem vindo a lançar no mercado veículos híbridos “plug-in” em operações de transporte real com os seus clientes, neste caso com a empresa de logística Acotral.

Em colaboração com as empresas Acotral e Mercadona, iniciar-se-á nas próximas semanas um teste com o camião híbrido “plug-in” da Scania. Este veículo, que se destinará à distribuição dentro do meio urbano aos supermercados localizados em Madrid capital, tem uma cabina concebida para distribuição urbana e um motor de combustão de 9 litros de 360 cv, combinado com um motor elétrico de 115 kW e um conjunto de baterias que lhe proporcionam uma autonomia máxima de 60 km em modo totalmente elétrico. Esta combinação permite o melhor das duas tecnologias: por um lado, a distribuição de último quilómetro em modo de zero emissões, incluindo o equipamento de refrigeração e, por outro, a máxima autonomia e adaptação às operações habituais de uma empresa de transportes com motores diesel.

O camião híbrido plug-in está disponível para cabinas L e P e permite percorrer longas distâncias utilizando o motor de combustão e conduzir até 60 km em modo elétrico quando necessário. Está equipado com três baterias, com uma capacidade instalada de 90 kWh e um motor elétrico de 115 kW. O tempo de carga de 0% a 80% é de aproximadamente 35 minutos, realizando-se a carga das baterias também através da energia de travagem regenerativa. A cadeia cinemática combina-se com um motor de combustão de 9 litros, disponível com três potências nominais, de 280, 320 e 360 CV.

Scania Zone

Além disso, o cliente pode realizar a gestão destes veículos através de Scania Zone, uma ferramenta que ajuda os condutores a cumprir as normas de trânsito e ambientais, permitindo uma operação sustentável do camião. Com Scania Zone, cada transportador pode pré-definir como e quando o seu camião deve funcionar em modo elétrico adaptando-se às normas específicas de velocidade e de contaminação, tanto acústica como meio ambiental, aplicáveis no entorno urbano, o que significa uma maior sustentabilidade e segurança. A empresa de transportes e o seu cliente podem assim manter um registo e comprovar se o camião circulou ou não em modo elétrico numa zona de baixas emissões.

Para Ángel González, Diretor Geral da Acotral, este teste "é mais um passo para um transporte cada vez mais sustentável, uma exigência da sociedade e dos nossos clientes e para nos prepararmos para possíveis mudanças legislativas no transporte de último quilómetro nas cidades. Testar o primeiro camião híbrido plug-in da Scania em Espanha permitir-nos-á conhecer, em primeira mão, o comportamento destes veículos no nosso trabalho, numa situação real. Este teste ajudar-nos-á na tomada de decisões na nossa empresa para os próximos anos.”

Compromisso com a eletrificação

A Scania aposta por várias soluções para um transporte sem a utilização de combustíveis fósseis. A opção elétrica vem somar-se à mais vasta gama do mercado de soluções de transporte com combustíveis renováveis. Os veículos híbridos “plug-in” e os veículos totalmente elétricos reduzem significativamente a pegada de carbono produzida pelas atividades de transporte, e o seu funcionamento silencioso permite-lhes operar em zonas do interior das cidades e realizar entregas noturnas, convertendo assim estes veículos na solução ideal para a distribuição urbana.

Além disso, ao apostar por veículos eléctricos, a Scania trabalha juntamente com cada cliente para encontrar uma solução personalizada e adaptada às suas necessidades.

Scania Veículos eléctricos Sustentabilidade