IVECO celebra a marca dos 600.000 Eurocargo produzidos em Brescia

A IVECO celebra o Eurocargo número 600.000, unidade produzida na fábrica de Brescia, icónico local de produção da marca e que tem desempenhado um papel fundamental em cada geração deste veículo, cujo glorioso passado acompanha, paralelamente, a sua constante inovação orientada para o futuro. A fábrica de Brescia foi sempre o coração das operações de produção do Eurocargo, resultado do empenho e paixão que toda a sua equipa, composta por cerca de 1.600 funcionários, coloca no seu trabalho.

“É com grande orgulho que celebramos a produção da unidade número 600.000 do Eurocargo, modelo cuja quarta geração tem vindo a desfrutar de um sucesso contínuo desde há muitos anos”, sublinhou Marco Colonna, Diretor da Fábrica de Brescia, da IVECO. “Este veículo de referência não podia ser alimentado por outra coisa que não fosse o gás natural comprimido (GNC), uma reafirmação tangível do compromisso constante da IVECO para com a mobilidade sustentável. Lançado em 1991, o Eurocargo, modelo com design assinado pela Bertone, foi concebido para ser um dos veículos industriais mais inovadores do mercado – traduzido pelo seu notável sucesso comercial – uma plataforma de cabina modular que permite uma ampla margem de personalização do veículo, sem, com isso, se registar um aumento nos custos. A importante história que nos acompanha guia-nos, agora, num caminho de melhoria contínua e de inovação que, nos próximos anos, verá os nossos veículos evoluir para se tornarem mais ecológicos do que nunca”.

Pioneira no domínio da sustentabilidade, a IVECO está constantemente empenhada em reduzir ativamente as emissões de CO2 através dos seus veículos movidos a energias alternativas, que oferecem a solução ideal para a transição energética da indústria dos transportes. O gás natural beneficia tanto o ambiente como a economia, uma vez que é a solução mais eficaz atualmente disponível para as necessidades de amanhã. Os modelos Eurocargo movidos a gás natural são, também, extremamente silenciosos, tornando-os ideais para todas as missões urbanas.

A equipa baseada em Brescia trabalha em sinergia em todas as fases da produção, desde a montagem do chassis, à carroçaria da cabina, pintura, instalação da transmissão e montagem dos acabamentos interiores, terminando na inspeção final. A fábrica produz, também, versões especiais para aplicações militares e de combate a incêndios.

Esta flexibilidade é possibilitada pelo trabalho de equipa e pelo sistema integrado de produção "World Class Manufacturing", introduzido em 2007 e que visa os objetivos de se atingirem zero defeitos, ineficiências, desperdícios e acidentes. Isto confere ao modelo Eurocargo uma enorme vantagem, não só pela sua conceção, mas também pelo seu desempenho.

As origens da fábrica remontam a 1903, quando Roberto Züst fundou a Fabbrica Automobili, empresa que em 1928 passou a ser Officine Meccaniche (OM), sendo mais tarde adquirida pela Fiat, em 1968. Depois de fabricar, inicialmente, automóveis – incluindo viaturas de competição – a OM passou a apontar ao setor agrícola e, depois, para os veículos industriais. Em 1975, a OM encontrava-se entre os sócios fundadores da recém-nascida empresa IVECO. Em 1991 foi escolhida como o local onde se iniciaria a produção do novo Eurocargo, tornando-se, assim, na "casa" deste modelo, passando a desempenhar um papel fundamental na elaboração do projeto de veículos tecnologicamente avançados e sustentáveis. A própria fábrica está empenhada em salvaguardar o ambiente e a sustentabilidade, com a instalação local, a realizar ao longo dos próximos meses, de uma área de cerca de 20.000 m² de painéis solares, o que reduzirá as emissões de CO2 em 1.300 toneladas por ano.

IVECO Transporte Logística Camiões